Saiba mais sobre o zodíaco

Os primeiros documentos sobre o 
horóscopo surgiram a partir do século 
VII A.C., mas a versão que 
conhecemos hoje apareceu mais ou 
menos, no século V A.C., época em 
que surgiu o zodíaco.

O primeiro povo a imaginar a 
influência dos astros, sobre o destino 
da humanidade, foram os caldeus, um povo da antiga Mesopotâmia (região 
do atual Iraque).

Já o primeiro povo, a considerar que 
os astros podiam influenciar o destino dos indivíduos, foram os gregos. Até 
então, a astrologia era utilizada 
apenas para prever catástrofes ambientais, guerras, reinados etc. Aliás, a palavra zodíaco tem origem grega, e significa “círculo de animais”. 

Zodíaco são os 12 conjuntos estrelares, que representam a trajetória do sol, ao longo do ano. O trajeto é chamado de movimento aparente do Sol, porque, para ser exato, não é ele quem está se movimentando, e sim, a Terra. Na época do surgimento do zodíaco, o primeiro signo do calendário era touro. Mas de onde vieram os nomes dos signos? 

Áries: Na mitologia grega, representa o carneiro com lã de outro que salvou Frixo, filho do Rei Atamas, de ser assassinado pela madrasta.

Touro: Representa a forma que Zeus, o maior de todos os deuses, teria assumido para seduzir uma princesa.

Gêmeos: Representa os irmãos, Castor e Pólux, que morreram por suas amadas.

Câncer: Significa “caranguejo” em latim. Simboliza o animal enviado por Hera, para lutar contra Hércules.

Leão: Representa o leão de Neméia, outra criatura vencida pelo semideus Hércules.

Virgem: É uma referência a Virgo, a deusa da justiça. 

Libra: Representa a balança usada por Virgo, para pesar as almas em seu caminho para o céu, ou para o mundo subterrâneo.

Escorpião: O animal enviado por Apoi, deus das profecias, para matar Órion.

Sagitário: É uma referência a Chiron, Centauro (criatura meio homem, meio cavalo) morto acidentalmente, por Hércules. 

Capricórnio: Representa o deus da natureza Pan, que se jogou na água para fugir do titã Tifon. Com a forma de um cabrito, ele morreu, enquanto se transformava em peixe.

Aquário: Corresponde ao período das chuvas no Oriente Médio. É representado por um homem virando um pote de água.

Peixes: Animais em que se transformaram a deusa Afrodite, e seu filho Eros, para escapar do titã Tifon.

Astrologia e Astronomia, sempre se confundiram. A separação (que deu à astronomia o status de ciência exata) ocorreu recentemente. É por isso, que grandes astrônomos do passado, foram também astrólogos, a exemplo do dinamarquês, Tycho Brahe, e o alemão, Johannes Kepler. 

A crença no poder dos astros, chegou a ser tão grande no decorrer da história, que até o século XVIII, os cursos de medicina, incluíam em seus currículos aulas de astrologia. Acredita-se que os três reis magos, que segundo a lenda, teriam levado presentes para o menino Jesus, eram na verdade, astrólogos. Os imperadores romanos tinham a mania de não fazer nada, sem antes consultar os astros. Um exemplo clássico é o imperador Adriano, que costumava fazer previsões para si mesmo.


Betty Ziade
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário