Sírio é preso por envolvimento em explosão

 
Foto-Gazeta de Beirute/Hadi

Um homem identificado como Abu Hussameddine Halaq, está sob a custódia das autoridades como suspeito do atentado de julho, que feriu 53 pessoas no subúrbio de Beirute.

Um carro-bomba que estava estacionado no Bir al-Abed, no subúrbio de Beirute, explodiu, em um ataque ligado à crise na vizinha Síria.

O Ministro de Defesa, Fayes Ghosn, disse que Halaq foi preso pela Inteligência do Exército e tinha ligações com outros suspeitos envolvidos no atentado.

De acordo com o comunicado do Ministro, o carro Kia que estava cheio de explosivos,  foi roubado na cidade costeira de Khaldeh, sul de Beirute na noite anterior ao ataque, e foi usado no atentado.

A declaração de Ghosn, também divulgou informações sobre suspeitos envolvidos em outros incidentes, também relacionados à segurança no Líbano, onde postos de controle do Exército libanês foram atacados.

Hassan Hussein, que foi preso no mês passado confessou que ele e nove cúmplices atacaram um posto de controle do Exército libanês em Wadi Hmayyed, no leste do Líbano, onde três soldados foram mortos.

Ele também confessou ser responsável por duas bombas de beira de estrada no mês passado que explodiu perto de um posto de controle do exército, na cidade de Hermel.

Além disso, ele e seus cúmplices haviam planejado colocar várias bombas, no subúrbio, ao sul de Beirute e outras regiões libanesas, onde residem membros e simpatizantes do Hezbollah.

Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário