Você já esteve em Marseilles, na França?


Eu passei 4 dias lá e foram dias super gostosos. A cidade é linda, com porto para yatches e veleiros, o que dá um ar de grandeza e riqueza - somente as pessoas com mais dinheiro podem ter um yatch, certo? 

A minha impressão da cidade não é das melhores, para falar a verdade. A cidade inteira é pichada. Existe um grande problema entre os franceses e os nativos da África do Norte (principalmente da Algeria e Marrocos). Há uma rixa entre os imigrantes e os franceses. 

Os franceses culpam os imigrantes, e os imigrantes ficam com raiva, e acabam pichando a cidade. Infelizmente quem acaba pagando com essa rixa é a cidade. Mas pichações à parte, é uma cidade que vale a pena visitar, e até morar. Eu tenho uma amiga francesa, que mora em Marseille, então foi fácil ter uma opinião, de alguém que mora na cidade há 20 anos. 

Eu aluguei o apartamento de um italiano que mora em Marseille há 10 anos, e a opinião dele é que a cidade e fantástica. Ele me mostrou um pouco da área.

Eu fiquei no centro, onde era mais fácil para quem não conhece andar, e tinha muitas lojas, restaurantes e bares. Deu para perceber que Marseille (sendo a segunda maior cidade da França), é uma cidade bem internacional, e eu ouvi varias línguas diferentes entre as pessoas nas ruas (inclusive o português!).

A Nathália (minha amiga) disse que para fazer amizade com franceses não é tão fácil, mas isso depende muito da sua idade. Ela já está nos seus 50 anos, e disse que para você conseguir fazer parte de grupos de amigos nessa idade, é bem mais difícil. Se você estiver pensando em mudar para Marseille, quanto mais jovem, mais fácil será para você se integrar na cultura, e com os franceses, ela explica.

Apesar de Marseille ser tão grande e com uma população internacional, os “nativos” (como descreve Nathália aos risos), são superconservadores. “Eles têm a cabeça meio fechada aqui. Fizeram campanha contra o aborto, e contra o casamento gay”, explica Nathália. “Eu acho que cada um tem o direito de fazer o que quer da vida, e nós franceses, somos tão liberais para tantas coisas, não entendo por que esse tabu”.

Se você estiver pensando em aprender Frances, as cidades prove uma ótima atmosfera, e foi eleita a Capital Europeia da Cultura, em 2013, portanto, você além da língua, vai aprender muito sobre a cultura local e a cultura francesa!

Foto: Museum of Civilisations from Europe and the Mediterranean (Museu das civilizações da Europa e mediterrâneo), por Rafael dos Santos.

Bon Voyage!


Rafael dos Santos
Autor do livro: “Moving Abroad, one step at a time”.
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário