Cidade de Khalil Gibran

Bem vindos à Bcharre!

Bcharre é uma pitoresca cidade, numa altitude de 1.500 m, no norte do Líbano, há 126 km de Beirute. A cidade está localizada numa área altamente turística, e a cidade é um misto de antigas e novas construções, que dão um charme especial ao lugar. Existem várias igrejas de arquitetura medieval, como a Catedral de Mar Saba, e outros monumentos.

Em estilo moderno, a igreja de Saydat Al-Hosn, fica no alto de uma colina privilegiada, onde o turista tem um panorama de toda a região, inclusive as belas montanhas cobertas de extensa floresta de cedros, e o grande e fascinante Vale de Kadisha, que é parte do município.

Bcharre é a cidade do cedro original do Líbano, do vale santo de Kadisha, de Mar Charbel (primeiro santo maronita do Líbano), e do imortal escritor, pintor e poeta Khalil Gibran. Os nativos de Bcharre são caracterizados como valentes e corajosos tribais, e também conhecidos e admirados, pela hospitalidade e patriotismo.

O aramaico foi um idioma falado em Bcharre no século XIX, hoje falam árabe com um sotaque forte e inconfundível. Bcharre é ainda terra de grandes personalidades da política libanesa, em todos os tempos. O povo se orgulha de pertencer às famílias tradicionais de Bcharre, e que compõem a sociedade libanesa.

CEDROS DO LIBANO
Há 1.920 m de altitude, aos pés do pico Kornet El-Sawda, considerado o ponto mais alto do Líbano (3.089 m de altitude) encontram-se os famosos cedros do Líbano, uma vasta floresta de Cedros, que cobrem algumas montanhas da região. Há poucos km do centro da cidade, subindo em direção ao pico, vamos encontrar um lugarzinho, aconchegante onde está a majestosa arvore símbolo do Líbano: ”O Cedro Milenar”.

Nas imediações existe ainda, um bosque com mais de 400 arvores centenárias, e algumas também milenares, onde há trilhas onde o turista pode fazer caminhada e explorar melhor o bosque. No local há uma rua de comércio de souvenires, onde encontramos objetos de decoração e presentinhos para os amigos! 
Ali tem também, alguns cafés, restaurantes e sanitários, para atender os visitantes, e o bosque está aberto à visitação pública, diariamente, exceto às segundas-feiras, das 08h00min às 17h00min. Por motivos climáticos, este local é fechado no inicio de dezembro e reaberto em maio. No inverno há fortes nevascas, na região.

 MUSEU KHALIL GIBRAN
O museu está situado num lugar privilegiado pela natureza, na encosta de uma rocha muito bonita, e o lugar é muito bem ornamentado, com um encanto unindo o simples, e o majestoso! Logo na chegada, nos deparamos com um gigantesco busto de Gibran, nos dando as boas vindas. 

Dentro do museu, nos deparamos com algumas das mais importantes criações do artista. Gibran pintou mais de 400 quadros, e lá estão 170 deles, além de outros objetos pessoais que pertenceram ao escritor, e de valiosa importância, porque conta um pouco de sua história! 

Gibran nasceu em Bcharre em 1883. Mandado para estudar na América, ele viveu, amou e morreu nos EUA em 1931. Dentre as várias obras literárias de Gibran destaque para: “O Profeta”, “Asas Partidas”, “Segredos do Coração”, e tantos outros. 

Dentro do museu encontra-se o mausoléu onde se encontram os restos mortais do artista, trazidos dos EUA por sua irmã, e depositado, a pedido de Gibran, em sua terra natal. Fora do museu também tem história. Andando pelas trilhas calçadas do museu, chegamos a uma gruta, que é uma réplica da gruta de Nossa Senhora de Lourdes. Esta gruta tem uma história linda! Vale a pena conferir!

 VALE DE KADISHA
Este vale, também conhecido como “Vale Santo”, fica em Bcharre. O Vale de Kadisha foi registrado pela UNESCO em 1999, como patrimônio da humanidade. O vale Santo, serviu de abrigo aos cristãos sírios perseguidos, por dar proteção ao Monge, que anos depois entraria para a história, como o fundador da comunidade maronita: Mar Marun (São Maroun).

Kadisha é um museu a céu aberto! Por este vale passaram várias civilizações, e provas foram deixadas nos afrescos diversos ali encontrados, com escritas em aramaico, grego, árabe etc. O vale é cortado pelo Rio Kadisha, cujas margens foram premiadas com belas cachoeiras e quedas d água. A vegetação misturada às grandes rochas é um visual de rara beleza. Dentro do vale, existem numerosas grutas, que serviam de esconderijos àqueles que precisavam fugir das perseguições.

Existem vários mosteiros neste vale, mas o que vai encantar o turista, por ser aberta a visitação, é o Mosteiro de Hamatura. Este mosteiro fica no alto de uma encosta, facilmente reconhecido. Para chegar até o local, o turista terá que subir as trilhas, e se deslumbrar com as paisagens que podem ser vistas do alto. Nestas trilhas, podem-se encontrar bancos para descanso, antes de retomar a caminhada.

Na chegada do mosteiro, o turista é recebido pelos monges, que lhe servem um café, frutas frescas da região, e contam a história deste mosteiro, que foi a primeira construção século IV. É aconselhável usar calçados confortáveis, e roupas não muito ousadas. Não se pode entrar no mosteiro de bermuda ou decotes exagerados. Vale a pena conhecer!

BCHARRE - ESTRUTURA TURÍSTICA 
O clima em Bcharre é continental, no verão a temperatura chega a 30 ºC, e no inverno, -15ºC. É um passeio relaxante, histórico, cultural, gastronômico e espiritual. A região possui uma rede de hotéis, pousadas e resorts de qualidade, onde o turista estará em contato direto com a natureza e poderá respirar o ar perfumado dos cedros.

Ao turista estrangeiro, que sempre prefere se hospedar em Beirute, e sair para as diferentes regiões do país, aconselho a fazer este passeio a Bcharre em duas etapas. O visitante precisará um dia inteiro para fazer as caminhadas no Vale de Kadisha, e mais um dia reservado apenas aos Cedros, igrejas e o museu de Gibran. Outra dica: Estejam acompanhados por um guia experiente, e que fale árabe.



Zilda Naves - Guia de turismo 
Gazeta de Beirute

Fotos: Ziad Rahme – Fotógrafos de Bcharre
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

1 comments: