Refugiados Sírios comovem a comunidade Internacional

Foto-El Universal

O primeiro-ministro interino, Najib Miqati,  se encontrou com o secretário geral das Nações Unidas, Ban Ki -moon para conversar sobre os refugiados sírios no Líbano.

Miqati exortou a comunidade internacional a apoiar o Líbano por meio de medidas práticas, ajudando o país a enfrentar os desafios humanitários causados pelo grande fluxo de refugiados sírios. 

Ele lamentou, que o Líbano não pode suportar sozinho os encargos impostos pela crise dos refugiados.

O secretário-geral das Nações Unidas, disse que " a comunidade internacional deve continuar apoiando a causa,  ajudando o Líbano a atender às exigências imediatas e de longo prazo resultantes da presença cada vez maior de refugiados da Síria".

Ban também, destacou a importante tarefa que a ONU está fazendo, para manter a estabilidade na região, através da política da dissociação.

O Presidente do Banco Mundial, Jim Yong Kim, advertiu recentemente que o Líbano está caminhando para um "desastre", pois de acordo com a Agência para Refugiados das Nações Unidas (ACNUR), há um milhão de refugiados, e também há milhares, que não estão registrados. E essa escala alta de refugiados, acaba atingindo a economia do país, e gerando um nível alto de desemprego.

Porém nem tudo está perdido, o Líbano está recebendo apoio de várias ONGs e agências humanitárias internacionais que atendem os refugiados sírios, trazendo também benefícios para o Líbano, como a melhora da infraestrutura em escolas, hospitais, templos religiosos, entre outros.

Outro fator importante, é a substituição dos turistas do Golfo, e os estrangeiros que anualmente, escolhiam o Líbano como país de destino, pelos sírios, e apesar de haver muitos sírios de classe mais pobre, há também a classe alta dos sírios, que estão vivendo e gastando no Líbano como turistas.

Uma nova esperança, será também a Conferência de Genebra, ondetentarão resolver a crise dos refugiados na Síria, levantando questões relacionadas a economia, a possibilidade de enviar os refugiados a outros países, ou encontrar refúgio para os sírios, dentro de seu próprio país, em locais mais seguros, onde há também a presença de agências internacionais.


Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário