Vamos para a Austrália?

A Austrália é um dos países mais populares procurados por quem quer aprender, ou melhorar, o inglês. Com belas paisagens, um clima mais ameno do que na Europa, e qualidade de vida alta, é o sonho de muitos brasileiros. 

Cerca de 10 países europeus possuem um acordo com a Austrália, e oferecem visto de trabalho para quem tem menos de 30 anos. O “Working Holiday Visa” permite que estrangeiros trabalhem em tempo integral, e possuam empregos diferentes a cada seis meses.  

A ideia é que estes jovens ganhem dinheiro, e gastem também, viajando pela Austrália. Se quiserem renovar o visto para mais um ano, precisam trabalhar para o governo, geralmente em fazendas, executando atividades definidas em uma lista expedida anualmente pelo governo australiano. Profissionais das áreas de Saúde, Tecnologia e Engenharia, ainda são muito bem vindas nesta ilha enorme do Pacifico, e se quiserem morar no país por um período mais longo, conseguem mais facilmente um visto de residência. Algumas profissões, às vezes saem da lista do governo, mas eles sempre  divulgam, anualmente, as vagas que são oferecidas, e quem pode aplicar para conseguir a tão esperada residência. 

Para os estudantes, como na maioria dos países, vem aquela lista de documentos básicos, como extratos de contas bancárias e exames. A Austrália exige que seja feito exame de Raios-X do pulmão, e que todo estudante tenha um plano de saúde privado, com validade equivalente a duração do seu curso. Nada que um pouco de esforço (e dinheiro), não compense viver em uma casa perto - ou na frente - do mar, com paisagens belíssimas, muita natureza ao redor, pessoas se exercitando, e uma cidade limpa e bonita, dependendo de onde você vai morar, é claro. 

A imigração é bem exigente, e não pense em levar comida, ou aquela sua estátua de madeira, que você ama, para colocar no seu quarto. Sementes, madeira, penas, e muitos outros produtos, são proibidos de entrar no país, para impedir que doenças e pragas, se espalhem. Se você ainda não achou casa para morar, antes de chegar, não se preocupe; algumas agências oferecem todo tipo de acomodação, desde quartos divididos, em casas compartilhadas, ate estúdios. Os hostels custam, em média, AU$25 à noite, e caso você fique em hotel na primeira noite, a maioria dos hotéis não servem café da manhã. Então, lembre-se de se informar sobre isso antes, caso você faca uma reserva. 

A forma mais fácil de conseguir emprego, ainda é através de web sites. O www.seek.com.au é um dos mais conhecidos, e caso você esteja procurando empregos casuais, com horário flexível, e pago por hora, o que dá mais flexibilidade para quem está planejando viajar pelo país, procure se informar sobre as especificidades de cada emprego. Bares e restaurantes exigem um certificado, chamado RSA, para que você possa trabalhar num ambiente em que são vendidas bebidas alcoólicas. Há certificados específicos, para quem quer trabalhar com jogos, ou em minas, profissão muito comum na Austrália. 

A Austrália ainda precisa de profissionais nas áreas de saúde, tecnologia da informação e engenharia. Para saber maiores informações sobre estas áreas, e como aplicar para empregos específicos, consulte o site oficial da imigração australiana: http://www.immi.gov.au. Ao chegar ao país e começar a procurar por emprego, as primeiras providências a serem tomadas são a abertura de uma conta no banco, e a solicitação do “Tax File Number”, ou seja, o número de registro com o governo onde a empresa que te contratou (ou contratará), irá pagar as taxas devidas pela sua contratação, e que uma vez ao ano, você ira resgatar os impostos, parecido com o Imposto de Renda do Brasil.  

Espero que você tenha aproveitado as dicas sobre a Austrália, e se quiser saber mais novidades, dicas, e informações consulte o nosso site www.roominthemoon.com. E participe da nossa promoção, e concorra a uma viagem para Londres, onde você poderá estudar inglês de graça, por 4 semanas, ganhará o voo, a acomodação, e ainda um vale no valor de £500,00 para passar o mês na terra da Rainha. Não perca!  


Rafael dos Santos
Autor do livro: “Moving Abroad, one step at a time”.
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário