Os confrontos violentos de Trípoli, não têm fim!

Foto: Naharnet

Na última quinta-feira (23), o violento confronto de Trípoli, deixou mais um saldo negativo para a cidade, com oito feridos e um morto. Mohammed Al-Nazer, foi morto quando atiradores abriram foto contra seu veículo.

Mohammed Kabbara, deputado de Trípoli, afirmou que há anos a cidade vem sendo palco de conflitos intermináveis e violentos entre as milícias rivais, que vem ceifando diversas vidas, e ferindo tantas outras, e que isso vem tirando a paciência dos representantes locais, que clamam para que algo seja feito para salvar Trípoli.

Kabbara pediu ao Presidente Michel Sleiman, que uma posição corajosa, no intuito de salvar a cidade, seja tomada urgentemente, e pediu também, que as agencias de segurança estabeleçam um posto de controle operacional, em conjunto com o Estado, para controlar a situação da cidade.   

Trípoli esteve durante 4 dias de intensas batalhas de rua, com os militantes dos bairros rivais de Jabal Mohsen e Bab Al Tabbaneh, desde a noite de segunda-feira (21), após a aparição do presidente sírio na TV Al Mayadeen, para uma entrevista. A guerrilha deixou dezenas de pessoas feridas.

Na noite da última quinta-feira (23), no intuito de restabelecer a ordem, o exército libanês se posicionou nas ruas da periferia da cidade, e foi atacado pelos homens armados da milícia alawita de Jabal Mohsen, que apoia Bashar Al Assad.

O bombardeio com mísseis, morteiros, granadas e rajadas de metralhadora, no conflito, durou a noite toda, numa clara demonstração de total desacatado e desrespeito contra os soldados do Estado libanês. A região se transformou num verdadeiro campo de guerra, que acabou ferindo diversos civis, inclusive uma criança que foi vítima de bala perdida.


Claudinha Rahme
Gazeta de Beirute 
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário