Museu do Sabão

Soap Museum – Sidon 
Fundação Audi 

Foto: Fundação Audi 

A visita ao Museu do Sabão em Sidon, no Líbano, amplia nossos horizontes sobre a história do sabão em nossas regiões, seu desenvolvimento, suas técnicas de fabricação e seu uso ao longo dos séculos. Localizado nos arredores de Sidon, na Cidade Velha, em Khan al-Saboun, o Museu do Sabão está alojado na antiga fábrica de sabão datada do século 17. 

No mesmo prédio, há uma residência familiar do início do século 20, e outros antigos alojamentos tradicionais, que foram enxertados no composto. A restauração da fábrica de sabão foi idealizada pela família Audi (Fundação Audi). 

O Museu do Sabão apresenta muitas variedades de sabonete artesanal, enquanto são detalhadas as etapas da fabricação do sabão e a diversidade de suas propriedades durante o caminho percorrido dentro do museu. A cuidadosa restauração do local destacou os impressionantes elementos arquitetônicos, de modo que qualquer visita ao Museu do Sabão é um vôo virtual de volta ao passado e aos dias de glória de Sidon como um próspero centro comercial. 

Estão expostos no museu os principais elementos da fábrica de sabão, como as bacias de lixiviação, que servem para o processo de extração de uma substância presente em componentes sólidos, através da sua dissolução em líquido. Outras instalações reaparecem do passado em um caminho cronológico redesenhado.

Os visitantes podem conhecer as matérias-primas, o combustível,as práticas adotadas para a preparação da pasta, a liquefação, a secagem, o corte em barra e até o final de secagem prévia, o acondicionamento para a embalagem e a comercialização. Essas instalações são ilustradas em painéis, que incluem desenhos e ferramentas.

É possível ver também uma demonstração de como eram feitos os tradicionais sabonetes de azeite e aprender sobre a história da tradição do "hammam" (banho). A seção histórica do museu apresenta artefatos encontrados durante as escavações do local,que incluem restos de cachimbo de barro datados do século 17 e do século 19,fragmentos de cerâmica e peças do Império Otomano, utensílios moldados, bacias, tamancos,moringas, jarras, pratos, porta kohl e muitas outras curiosidades. 

                             
Foto: Carla Mussallam Al Masri 

Ferramentas 

As ferramentas necessárias para a fabricação do sabão são exibidas no percursos do interior do museu: frascos, cantis, pás, baldes etc. Moldes e uma grande variedade de sabonetes moldados e confeccionados à mão são apresentados em vitrines. Moldes de sabão foram reconstituídos com exatidão para mostrar ao público como os sabonetes em barra tradicionais eram secos.

Documentário Audiovisual 

Ao final do percurso, os visitantes são convidados a assistir a um documentário sobre as diferentes etapas da fabricação do sabão tradicional e do sabão colorido, típico da cidade de Trípoli, situada ao Norte do Líbano. 

Butique Hammam (Banho) e Cafeteria.

Foto: Fundação Audi

O Museu do Sabão possui uma exposição dedicada exclusivamente ao Hammam. Nele, um texto explica as vantagens do banho em relação à higiene e ao aspecto social. Vários objetos e materiais tradicionais 100% naturais relacionados ao banho são expostos em embalagens para presente. Entre os produtos à venda, estão ahennah (para deixar o cabelo mais brilhante e suave), as “messouak sticks” (pequenas varetas utilizadas até hoje, em algumas regiões da Arábia, para escovar os dentes), caixas de kohl,estojos com esponja e sabão, pedras-pomes, sabonetes,além de roupões de banho e outros produtos de higiene pessoal.

No piso térreo da mansão restaurada, logo atrás do museu, há um pequeno café que comercializa livros e serve doces, sanduíches e outros petiscos, além de figos em calda, queijos de cabra, águas de flor de laranjeira.

Serviço: 

Todas as informações do Museu do Sabão estão disponíveis em três idiomas: árabe, inglês e francês. 

Endereço: Street or Rue Al-Moutran
Old City, Khan Al-Saboun, Sidon-Sida

Telefone: 961-07-7535 99 

Horário: todos os dias, das 9:00 às 17:00.


Além de conhecer o Museu do Sabão, o turista pode caminhar pelas ruas de Saida, pela parte antiga, no sentido da praia, e ainda visitar o Castelo do Mar (Kalaat Saida al-Bahriya).


Por: Carla Mussallam Al Masri    
Gazeta de Beirute

Fonte: Museu do Sabão.
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário