Palestina as esperanças devem se renovar, mais uma vez.

Foto-2012aeradeouro 

No dia 13 de novembro de 2013, o presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Mahmoud Abbas, anunciou que os membros responsáveis pela retomada das negociações de paz com Israel, paralisadas há 3 anos, renunciaram.

Segundo Abbas, o que levou os membros a tomarem esta atitude foi a falta de progresso nas reuniões apoiadas pelos Estados Unidos. Pois, paralelamente aos encontros para se chegar a uma decisão definitiva para a Palestina e seu povo, o governo israelense anunciava planos para milhares de novas casas em assentamentos na Cisjordânia e no leste de Jerusalém.

Este novo episódio marca um novo fracasso nas negociações, retomadas em julho deste ano.

Segundo a Reuters TV, e sem dar maiores explicações, o negociador chefe palestino, Saeb Erekat, apenas disse que as negociações com Israel foram interrompidas. "Na verdade, as negociações pararam na semana passada à luz dos anúncios de assentamentos", disse ele.

O único consenso obtido entre as autoridades palestinas e israelenses é a de que desde a retomada das negociações, poucos avanços ocorreram, disseram.

Segundo o presidente da ANP, as negociações devem continuar, mesmo que a delegação palestina mantenha a decisão. "Ou convencemos a delegação a retornar, e nós estamos tentando, ou formaremos uma nova delegação".

Abbas disse que precisará de cerca de uma semana para retomar as negociações.

Os palestinos buscam estabelecer um Estado na Cisjordânia e na Faixa de Gaza. Gaza é hoje uma área governada pelo Hamas.

O povo palestino teme que a construção dos assentamentos israelenses impeçam a conquista de um território nacional viável.  


Saeb Osman
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário