Cidadãos libaneses sofrem com inundações e negligência

Foto: Assafir

Os libaneses aguardaram ansiosamente pela chuva, mas, ao invés de se beneficiarem com a água, sofreram com as inundações. Devido à negligência do governo, túneis foram transformados em lagos; carros afundavam na estrada entre Sidon e Beirute; dois passageiros abandonaram seus carros e escaparam nadando, colocando os celulares e documentos na cabeça. O Ministério das Obras Públicas e Transportes não se manifestou e os funcionários estão ausentes.

Homens da Defesa Civil e do Corpo de Bombeiros chegaram atrasados e tentaram, com a ajuda da polícia, puxar os carros com cordas. O túnel do aeroporto de Beirute, a principal entrada da capital, ficou completamente alagado, refletindo a gravidade do problema. 

Cidadãos ficaram presos por horas em seus carros, por causa do engarrafamento, e apelaram a todos os responsáveis para agirem imediatamente a fim de aliviar a crise e abrir a estrada.

As forças internas de segurança e a Defesa Civil abriram os quatro canais de esgoto do túnel, em uma tentativa de retirar os carros que foram levados pela chuva. A estrada costeira do sul, também ficou inundada. E até mesmo, parte do complexo da Universidade Rafik Hariri, deixando alguns escritórios e salas de aula alagados – o que causou dano a diversos equipamentos. 

Se em regiões mais estruturadas tudo isso ocorreu, quais seriam então as condições dos subúrbios como a região do Rio Ghadir, ou das antigas casas à beira-mar, em Bir Hassan, que esperam o desenvolvimento de obras há anos? 
No Beqaa, as inundações causaram mais de 20 acidentes de trânsito e várias redes de eletricidade foram afetadas. A tempestade também atingiu diferentes regiões de Akkar, formando verdadeiros riachos que transbordaram por várias estradas do norte, especialmente pela de Halba. 

Em Sidon, não foi diferente. As estradas se transformaram em lagos,dificultando o tráfego,especialmente na rodovia oeste da cidade. Em Nabatieh, a chuva transformou muitas ruas, praças e cruzamentos em pântanos – o que levou à ocorrência de muitos acidentes de trânsito.

Além disso, com as inundações, muitas tendas de refugiados em Aral, Baalbek e Beqaa foram varridas pela chuva, deixando muitos sírios sem abrigo. 

Por outro lado, agricultores se alegraram com a chuva pesada, que contribuiu para irrigar suas plantações e encherem seus poços e caixas de água, devido à crise de água sofrida pela região durante todo o verão e até o fim da semana passada.


Therese Mourad
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário