Jovens são mortos em Trípoli


Nos últimos confrontos do final de semana, em bairros rivais na cidade de Trípoli, 12 homens morreram, entre eles três adolescentes, e mais de 50 pessoas ficaram feridas.

Nos dois bairros, Baba al-Tabbaneh e Jabal Mohsen, encontram-se salafistas e alauítas, e os conflitos são frequentes desde que iniciou a Guerra na Síria. No entanto, os problemas mais atuais se iniciaram quando Wassim al-Khatib, um alauíta, foi baleado no pé, no  segundo incidente do tipo, em três dias. Logo em seguida, atiradores de ambos os distritos iniciaram o confronto.

Um garoto de 15 anos de idade, Omar al- Haswani, e outros dois jovens, Abdul Rahman Merheb , e Ramzieh al- Zohbi foram mortos nas áreas de al- Tabbaneh e al- Zahriyeh.

No domingo, ao anoitecer, homens armados em sua maioria sunitas, cujos moradores apoiam a revolta anti- Assad, lançaram morteiros, e granadas contra seus rivais alauítas.

Estes últimos confrontos em Tripoli, foram os mais ferozes em meses, chegando a áreas que normalmente não eram afetadas pelos combates, como Azmi e Maarad, o que levou dezenas de famílias nos bairros rivais de Bab al- Tabbaneh e Jabal Mohsen a deixar suas casas, fugindo para áreas mais seguras.

O Exército libanês, tentou impedir a intensificação do conflito, e acabou respondendo às fontes de fogo. Oito militantes foram presos pelo exército, que também confiscou as armas e munições.

Confrontos sectários relacionados com a guerra civil na síria, refletem particularmente em Trípoli, entre os dois bairros mais pobres da região. 


Chadia Kobeissi
Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário