Retaliação do Hezbollah, como e quando?


Após o ataque aéreo israelense, que matou doze pessoas entre elas, seis combatentes do Hezbollah na parte síria das Colinas de Golã,  diversos estão sendo os rumores, sobre como e quando o grupo xiita Hezbollah, vai retaliar.

Em 2008, Imad Mughnieh, um dos principais comandantes do grupo, foi morto também na Síria, e essa vez, seu filho, Jihad Mughnieh, de 25 anos, foi um dos combatentes mortos em Golã.

Na época, a cerimônia fúnebre de Imad, parou o Líbano, onde milhares de pessoas, principalmente no Dahieh (subúrbio de Beirute), saíram as ruas, em homenagem a ele, e hoje a situação se repete, Jihad foi enterrado ao lado de seu pai.

Após a morte de Mughnieh (pai), o líder do Hezbollah, Hassan Nasrallah, afirmou que “o sangue derramado de Imad Mughnieh, será a razão do desaparecimento do estado sionista”.

Ele completou dizendo que “Imad Mughnieh deixou antes de partir, milhares de homens treinados, para a luta e martírio”.

Uma pesquisa realizada em 2009, mostrou que mais de 61% dos libaneses eram a favor de uma retaliação, contra Israel, e isso ainda não ocorreu de forma oficial. Atualmente,  muitos libaneses acreditam que a resposta virá, e será em “dose dupla”.

Mas especialistas, afirmam que é de se esperar um “silêncio momentâneo do grupo”, devido ao seu atual apoio militar, na Síria.

Gazeta de Beirute
Share on Google Plus

About beirut lebanon

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comments:

Postar um comentário